Ele não quer te dar o divórcio? Não se preocupe, você não precisa dele para conseguir a sua liberdade

O casamento, de fato, acabou. Ele não mais se importa com a esposa. Trata ela mal. Não a escuta. Não ajuda em nada. Não cuida dos filhos. Não é capaz nem de arrumar a cama.

A única situação que os une é morar na mesma casa.

Ela quer sair. E ele finge que nada acontece, já que quer manter sua esposa só para lhe servir.

Quando ela diz que quer o divórcio, ele diz: “não vou te dar o divórcio”.

A esposa fica apreensiva, porque pensa que depende dele para desfazer o casamento.

Acredita em que não vai conseguir sair dessa situação sufocante.

Passa a ter um desânimo generalizado.

Contudo, não há necessidade de se sentir assim.

Ela não precisa de nenhuma participação do marido para poder se divorciar.

Basta ingressar, sozinha, com a ação de divórcio contra o esposo.

Quem vai “dar o divórcio” é o juiz. Pouco importa que o marido diga que não quer se divorciar.

Da mesma forma que a pessoa tem a liberdade para se casar, também preserva essa liberdade para sair do casamento.

E essa liberdade vai ser garantida pelo juiz.

É muito simples alcançar a libertação de um casamento que não prosperou.

O cônjuge somente depende de sua vontade para conquistar uma nova vida.

Daniela Trezza

OAB/SP 249.140

Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Outros Artigos

Ainda não achou o que precisa?

Continue Procurando

Precisa de ajuda?